Archiprix Portugal
Portugues English

O Edifício da Escola de Música do Conservatório Nacional de Lisboa é o resultado de múltiplas transformações que o antigo Convento dos Caetanos sofreu desde a sua fundação, no século XVII. Situado no Bairro Alto este conjunto edíficado acompanha uma transição de cotas entre a Rua do Século e a Rua dos Caetanos, em condição de domínio sobre a topografia, à semelhança de outros edifícios notáveis da cidade.
O Edifício da Escola de Música do Conservatório Nacional de Lisboa é o resultado de múltiplas transformações que o antigo Convento dos Caetanos sofreu desde a sua fundação, no século XVII. Situado no Bairro Alto este conjunto edíficado acompanha uma transição de cotas entre a Rua do Século e a Rua dos Caetanos, em condição de domínio sobre a topografia, à semelhança de outros edifícios notáveis da cidade.

A ampliação do edifício pré-existente é a resposta aos requisitos técnicos complexos associados ao ensino especializado da música. As entradas para os novos espaços públicos do Conservatório - Grande Auditório, Sala de Conferências, Estúdios, etc - são feitas à cota mais baixa do edíficio, a partir do Largo da Rua do Século.
A ampliação do edifício pré-existente é a resposta aos requisitos técnicos complexos associados ao ensino especializado da música. As entradas para os novos espaços públicos do Conservatório - Grande Auditório, Sala de Conferências, Estúdios, etc - são feitas à cota mais baixa do edíficio, a partir do Largo da Rua do Século.

Sobre o parque de estacionamento e sob o novo Pátio, no coração da Escola de Música, abre-se o novo Auditório. As Salas de Ensaio e Estúdios de Gravação debruçam-se sobre a plateia e o palco.
Sobre o parque de estacionamento e sob o novo Pátio, no coração da Escola de Música, abre-se o novo Auditório. As Salas de Ensaio e Estúdios de Gravação debruçam-se sobre a plateia e o palco.

Os espaços dedicados ao ensino da música - salas de aula, audições, ensaio etc. - organizam-se em torno do novo pátio e as de maiores dimensões acedem diretamente ao exterior. O novo conjunto que compõe a escola, forma um novo quarteirão com a tranformação do antigo beco em atravessamento público (ligação entre a Rua dos Caetanos e a Rua do Século)
Os espaços dedicados ao ensino da música - salas de aula, audições, ensaio etc. - organizam-se em torno do novo pátio e as de maiores dimensões acedem diretamente ao exterior. O novo conjunto que compõe a escola, forma um novo quarteirão com a tranformação do antigo beco em atravessamento público (ligação entre a Rua dos Caetanos e a Rua do Século)

Os dois pátios relacionam-se através da sala de convívio que se abre para o recreio coberto com vista para a cidade e o rio.
Os dois pátios relacionam-se através da sala de convívio que se abre para o recreio coberto com vista para a cidade e o rio.

Fotografia da Maquete 1/200 e Esquissos
Fotografia da Maquete 1/200 e Esquissos

1. Fotomontagem de vista aérea 2 . Pátio recreio ( antigo Claustro) 3. Novo Pátio da Música 4. Novo auditório 5. Largo da Rua do Século reabilitado.
1. Fotomontagem de vista aérea 2 . Pátio recreio ( antigo Claustro) 3. Novo Pátio da Música 4. Novo auditório 5. Largo da Rua do Século reabilitado.

Resumindo, o projecto é composto por três frentes estratégicas: - A intervenção no edifício pré-existente que nasce da reconstituição da forma original do antigo claustro e estabelece a relação funcional entre as partes constituintes do ensino integrado. A ampliação do edificio pré existente que nasce de um novo pátio, contraponto do antigo claustro, e integra as salas de ensino prático da música e espaços públicos de apresentação, A recuperação e reabilitação dos espaços urbanos envolventes que contribuem para a relação da escola com a comunidade.
Resumindo, o projecto é composto por três frentes estratégicas: - A intervenção no edifício pré-existente que nasce da reconstituição da forma original do antigo claustro e estabelece a relação funcional entre as partes constituintes do ensino integrado. A ampliação do edificio pré existente que nasce de um novo pátio, contraponto do antigo claustro, e integra as salas de ensino prático da música e espaços públicos de apresentação, A recuperação e reabilitação dos espaços urbanos envolventes que contribuem para a relação da escola com a comunidade.




ÍNDICE PROJETO
 
A CIDADE E A MÚSICA
ISCTE-Instituto Universitário de Lisboa

Escola de Música do Conservatório Nacional de Lisboa
A Cidade e a Música : Escola de Música do Conservatório Nacional de Lisboa
Procurando-se conferir uma nova unidade ao construído - existente e proposto - e, simultaneamente, clarificar a relação urbana e funcional deste com a cidade envolvente o projecto desenvolve-se em três frentes estratégicas:
1
A intervenção no edifício pré-existente, pretende dar continuidade e revelar o que foi omitido pelas diversas intervenções ao longo da história. Restaurando elementos construtivos, estruturais e espaciais com maior valor arquitectónico e reformulando as valências funcionais do edifício
2
A ampliação do edifício pré-existente (novo edifício) resultado da resposta aos requisitos técnicos complexos associados ao ensino especializado da música e aos grandes espaços de representação da escola (auditório, sala de conferências, salas de aula, etc.) que não eram possíveis no edifício antigo.
3
A requalificação dos espaços urbanos envolventes : - ao restabelecer o papel urbano do Largo da Rua do Século enquanto entrada do novo edifício; ao oferecer à cidade uma nova rua entre a Rua dos Caetanos e a Rua do Século redesenhando o beco existente; ao devolver à cidade o Largo do Conservatório requalificando-o.