Archiprix Portugal
Portugues English
ÍNDICE PROJETO
NOMEADO
DO LUGAR AO ESPAÇO
Universidade da Beira Interior

METAMORFOSE DAS TERMAS STO ANTÓNIO, CELORICO DA BEIRA
Do lugar ao espaço pretende ser uma reflexão conceptual no processo de desenho para um exercício de projeto nas antigas termas Stº António, situadas em Celorico da Beira. O espaço é hoje a memória e a cultura do lugar envolvido por uma paisagem natural e as ruínas de um passado termal.
Considera-se a reutilização da ruína como uma possibilidade positiva e fundamental para a reorganização do lugar, passando assim a ser construído como um conjunto de questões que incentivam novas leituras e apropriações de uma proposta que induza a uma estrutura mais flexível. Este processo manifestou-se sobretudo através da adição de matéria que faz a continuidade entre objeto construído, a ruína e o próprio ambiente.

A proposta pretende colocar em evidência a identidade do lugar, e assim, perceber a importância do espaço no projeto. Neste sentido, procurou-se estabelecer com a memória um diálogo equilibrado, quer na forma, quer no tempo, em função de um novo hotel-termal.
Evidenciam-se três momentos distintos: conservação, demolição e construção - no sentido de se recriarem ou acrescentarem novos espaços. Pretende-se uma relação que responda à necessidade de criar uma nova dinâmica de tensão entre o existente e o envolvente que, através de um processo impulsionado pelo conhecimento e entendimento dos valores do lugar e da sua envolvente, conceda significado à proposta.
A proximidade com a preexistência e continuidade com as ruínas em granito emprestam ao novo volume uma unidade com o seu entorno e um caráter mineral muito forte. De facto, é neste equilíbrio entre paisagem e desenho, que a condição do lugar e o programa adquirem a “metamorfose” – conceito que procura encontrar uma unidade como mudança comum entre o equilíbrio do valor cultural da ruína “o lugar” e a evolução do novo conjunto “o espaço”.