Archiprix Portugal
Portugues English

Planta dos verdes de Lisboa com esquema do Anel verde, conceito de Continuum Naturale Gonçalo Ribeiro Telles. Em baixo uma vista da Tapada da Ajuda com a relação entre o novo Centro Sócio Cultural e o Palácio da Ajuda e a Torre do Galo.
Planta dos verdes de Lisboa com esquema do Anel verde, conceito de Continuum Naturale Gonçalo Ribeiro Telles. Em baixo uma vista da Tapada da Ajuda com a relação entre o novo Centro Sócio Cultural e o Palácio da Ajuda e a Torre do Galo.

Em cima a planta com o percurso simbólico de relação histórica e biológica. A relação da memória com o elemento Natural. Em baixo à esquerda a axonometria da intervenção na Rua do Casalinho da Ajuda. À direita elementos do processo de trabalho.
Em cima a planta com o percurso simbólico de relação histórica e biológica. A relação da memória com o elemento Natural. Em baixo à esquerda a axonometria da intervenção na Rua do Casalinho da Ajuda. À direita elementos do processo de trabalho.

Planta e cortes da rua com uma fotomontagem vista a partir do novo Parque do Rio Seco
Planta e cortes da rua com uma fotomontagem vista a partir do novo Parque do Rio Seco

Elementos da casa tipo para pessoas com mobilidade reduzida do conjunto de moradias para a fundação Liga.
Elementos da casa tipo para pessoas com mobilidade reduzida do conjunto de moradias para a fundação Liga.

Elementos da casa tipo reabilitada para a banda de rua já existente.
Elementos da casa tipo reabilitada para a banda de rua já existente.

Corte e Plantas do Centro Sócio Cultural.
Corte e Plantas do Centro Sócio Cultural.

Sistema construtivo da Centro Sócio Cultural e vista de uma das salas polivalentes.
Sistema construtivo da Centro Sócio Cultural e vista de uma das salas polivalentes.

Fotomontagem da praça desenhada no topo da rua em redor da torre (Centro Sócio Cultural).
Fotomontagem da praça desenhada no topo da rua em redor da torre (Centro Sócio Cultural).




ÍNDICE PROJETO
NOMEADO
LIMITE COMO MEMÓRIA
Universidade de Lisboa -
Faculdade de Arquitectura

Consolidação da Rua do Casalinho da Ajuda a propósito do Parque
Ao refletir sobre o atual estado da cidade, este trabalho afirma a necessidade de consolidação de certas áreas urbanas, cuja fragmentação, resultante da expansão de Lisboa, é pretexto para repensar os tecidos urbanos no vale do Rio Seco.
O projeto propõe a consolidação da rua do Sítio ao Casalinho da Ajuda, entendida como ponte entre dois elementos verdes em diálogo: o proposto Parque do Rio Seco e a Tapada da Ajuda.

Pretende-se um diálogo entre este lugar indefinido e a sua história, estimulado a memória e a identidade específica de Lisboa nas três intervenções propostas. Na dimensão da memória, pela relação com percurso de recreio que D. Carlos fazia habitualmente entre o Palácio da Ajuda e a Tapada e na dimensão simbólica pela escala e conexão visual entre o novo corpo vertical ( Centro Sócio-Cultural) e a torre do Galo localizada junto do Palácio.