Archiprix Portugal
Portugues English
ÍNDICE PROJETO
MENÇÃO HONROSA
LEARNING FROM INFORMALITY
Universidade de Lisboa -
Faculdade de Arquitectura

Rehabilitation of the kampung of Tongkol along the Ciliwung river in Jakarta
“Casas para um Planeta pequeno” é um projeto de investigação que aborda a problemática do excesso de povoamento do Planeta e a consequente degradação urbana e social. O tema apresenta-se como meio para repensar criticamente a questão da Casa contemporânea em contextos de urbanização massiva; procurar estratégias e soluções que requalifiquem o espaço urbano; moldar a “Casa de amanhã”, como espaço de vivência digno à medida do ser humano.
Com 30 milhões de pessoas, Jacarta é uma das maiores áreas metropolitanas do mundo e, segundo as previsões, continuará a crescer exponencialmente. As limitações impostas pelo contexto tornam-se em oportunidades e desafios.
O projeto situa-se no kampung (“aldeia”, territórios informais na Indonésia) de Tongkol e consiste na criação de um protótipo habitacional piloto potencialmente repetível que visa a melhorar as condições de vida dos seus habitantes, implantando na zona a infraestrutura básica.
Para além do módulo de habitação, a criação de um espaço de acolhimento turístico e de um espaço comunitário permite voltar a ligar o kampung à cidade, tornando-o parte ativa e economicamente relevante. O projeto age como catalisador de processos: não só permite preservar o espírito comunitário do kampung, como gera rendimentos para os seus habitantes; na tentativa emblemática de criar uma base de legitimação do lugar, contribui para a eliminação da constante precariedade que afecta a vida quotidiana e o futuro de milhares de pessoas.
Para ser exequível, a intervenção é pensada para ser realizada em fases, de acordo com os recursos económicos disponíveis e permitindo uma mobilização parcial dos moradores. A atenção ao contexto físico e social, a sustentabilidade a nível construtivo, económico e ambiental, a lógica modular e a participação da comunidade em todas as etapas são princípios que guiaram o projecto, permitindo realizar uma intervenção mais responsável social, política e economicamente.