Archiprix Portugal
Portugues English

O conceito de recuperação consiste em integrar visual e ecologicamente a pedreira na paisagem, com o auxílio da aplicação de métodos de análise de paisagem e de processos de recuperação, que se baseiam em operações de modelação de terreno com vista à integração da topografia na envolvente e aplicação de material vegetal que compreenda essencialmente, espécies autóctones.
O conceito de recuperação consiste em integrar visual e ecologicamente a pedreira na paisagem, com o auxílio da aplicação de métodos de análise de paisagem e de processos de recuperação, que se baseiam em operações de modelação de terreno com vista à integração da topografia na envolvente e aplicação de material vegetal que compreenda essencialmente, espécies autóctones.

Plano geral. As opções de recuperação compreendem a modelação das bancadas de exploração, plantação de espécies arbóreas coerentes com as existentes no local, neste caso o uso de sobreiro e a azinheira, aplicação de sementeiras de cobertura com prados de sequeiro e utilização de espécies autóctones de arbustivas.
Plano geral. As opções de recuperação compreendem a modelação das bancadas de exploração, plantação de espécies arbóreas coerentes com as existentes no local, neste caso o uso de sobreiro e a azinheira, aplicação de sementeiras de cobertura com prados de sequeiro e utilização de espécies autóctones de arbustivas.

Vista geral da cavidade de exploração apos a aplicação das medidas de recuperação, com diferentes tipos de vegetação, que variam entre espécies mais resistentes à secura e espécies melhor adaptadas a zonas húmidas, como por exemplo o choupo, dada a presença do plano de água.
Vista geral da cavidade de exploração apos a aplicação das medidas de recuperação, com diferentes tipos de vegetação, que variam entre espécies mais resistentes à secura e espécies melhor adaptadas a zonas húmidas, como por exemplo o choupo, dada a presença do plano de água.

O processo de recuperação processa-se de acordo com a seguinte sequência: 1. Limpeza do terreno; 2. Preparação do solo; 3. Operações de plantação e sementeira 4 - 5. Operações regulares de manutenção do coberto vegetal. 6. Resultado final de recuperação.
O processo de recuperação processa-se de acordo com a seguinte sequência: 1. Limpeza do terreno; 2. Preparação do solo; 3. Operações de plantação e sementeira 4 - 5. Operações regulares de manutenção do coberto vegetal. 6. Resultado final de recuperação.

Sequência e desenvolvimento das operações de recuperação, que são efetuadas de forma integrada e articulada com as operações de exploração. Este método permite uma recuperação mais rápida e eficaz da área intervencionada pela exploração, permitindo a restituição quase total, do coberto vegetal até ao final da exploração.
Sequência e desenvolvimento das operações de recuperação, que são efetuadas de forma integrada e articulada com as operações de exploração. Este método permite uma recuperação mais rápida e eficaz da área intervencionada pela exploração, permitindo a restituição quase total, do coberto vegetal até ao final da exploração.

Diagrama de visibilidade. A análise da visibilidade é calculada a partir das funções “viewshed” dos softwares de sistemas de informação geográfica. Na caracterização das visibilidades são consideradas a topografia e o uso do solo, a partir dos quais são definidos os eixos de visibilidade que permitem aferir quais as zonas de maior ou menor visibilidade.
Diagrama de visibilidade. A análise da visibilidade é calculada a partir das funções “viewshed” dos softwares de sistemas de informação geográfica. Na caracterização das visibilidades são consideradas a topografia e o uso do solo, a partir dos quais são definidos os eixos de visibilidade que permitem aferir quais as zonas de maior ou menor visibilidade.

Diagrama de capacidade de absorção visual. A análise da capacidade de absorção visual consiste em compreender quais as zonas visualmente mais ou menos suscetíveis à alteração prevista na paisagem, a partir de pontos específicos considerando a topografia, uso do solo, exposição visual e zonas de visibilidade.
Diagrama de capacidade de absorção visual. A análise da capacidade de absorção visual consiste em compreender quais as zonas visualmente mais ou menos suscetíveis à alteração prevista na paisagem, a partir de pontos específicos considerando a topografia, uso do solo, exposição visual e zonas de visibilidade.

Diagrama de qualidade de paisagem. A qualidade visual da paisagem depende de diversos fatores intrínsecos da paisagem, como a qualidade visual da vegetação, do relevo, da presença de água, dos elementos antrópicos e da qualidade visual composição a qual está associada à complexidade da paisagem.
Diagrama de qualidade de paisagem. A qualidade visual da paisagem depende de diversos fatores intrínsecos da paisagem, como a qualidade visual da vegetação, do relevo, da presença de água, dos elementos antrópicos e da qualidade visual composição a qual está associada à complexidade da paisagem.




ÍNDICE PROJETO
NOMEADO
INTEGRAÇÃO E RECUPERAÇÃO PAISAGÍSTICA DE PEDREIRA
Universidade de Évora

A recuperação paisagística de pedreiras requer metodologias de análise que permitam formular opções de recuperação e que integrem de forma harmoniosa estas áreas na paisagem.
Neste projeto é proposta uma metodologia de recuperação que se inicia por um processo de análise, que permite determinar qualitativamente o efeito visual da pedreira na paisagem, através da avaliação da capacidade de absorção e da qualidade visual da paisagem. É a partir do somatório destes fatores que se formulam as opções e soluções de recuperação.
O objetivo de recuperação consiste em restituir o uso inicial do solo, recorrendo ao uso de espécies vegetais autóctones que permitem restabelecer a qualidade visual e ecológica do local, procurando devolver a identidade do lugar.